Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,97
    +0,06 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.797,70
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    37.169,71
    -880,12 (-2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    882,65
    -32,84 (-3,59%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    7.025,43
    -2,15 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.192,32
    -1.129,66 (-4,13%)
     
  • NIKKEI

    27.949,83
    +116,54 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    15.103,50
    -14,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1118
    +0,0015 (+0,02%)
     

Demo do cancelado Silent Hills poderia funcionar no PS5, mas não vai

·3 minuto de leitura

Este é mais um capítulo de uma história triste para os fãs de Silent Hill, com a notícia de que P.T., a demo do cancelado Silent Hills, não funcionará no PlayStation 5. O pior de tudo é que o novo console, que chega às lojas brasileiras na próxima semana, deveria funcionar no videogame de nova geração, mas essa compatibilidade foi, segundo a Sony, retirada a pedido da publicadora.

A empresa responsável pela solicitação não foi nomeada pela Sony, mas tudo aponta para a KONAMI, que é a dona da franquia Silent Hill. O chamado P.T., sigla de Playable Teaser (ou "teaser jogável" na tradução literal) foi lançado em agosto de 2014 durante a Gamescom daquele ano, como uma demonstração de um novo game de terror para o PS4. Quem chegava ao final, porém, descobria se tratar de um novo título da clássica série de horror, dirigido por Hideo Kojima em parceria com Guillermo del Toro e estrelando Norman Reedus.

Entretanto, o game acabou cancelado depois que o famoso designer rompeu com a empresa devido a diferenças criativas relacionadas a outro lançamento da época, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. A demonstração de Silent Hills permaneceu como uma lembrança do que o jogo poderia ter sido, até que a própria Konami solicitou sua remoção da rede online do PS4, com apenas os jogadores que não deletaram o jogo dos discos rígidos do console permanecendo com ele.

Chega, então, uma nova geração, sem que P.T. fosse listado pela Sony na lista de jogos declaradamente incompatíveis com o PlayStation 5. E na medida em que as primeiras unidades do console chegavam à imprensa especializada, veio a surpresa de que, por mais que não pudesse ser baixado, a transferência da demo de Silent Hills a partir de um PS4 funcionava, e permitia que o teaser fosse jogado no novo console.

O jornalista Michael McWhertor, do site Polygon, confirmou essa possibilidade durante seus testes com a plataforma, mas no final de semana, revelou que jogar a demo de Silent Hills no PlayStation 5 não era mais possível. No console que chegará às lojas nos próximos dias, P.T. será listado como um título exclusivo do PS4, e não mais poderá ser transferido para o novo console a partir da plataforma antiga, nem rodado caso você tenha feito isso antes da mudança.

De acordo com o repórter, não existiam problemas de desempenho e funcionamento com o game na plataforma, o que indica que a decisão de remover a demonstração pode ter sido comercial. A Sony não falou mais sobre o assunto, além de informar que a lista de incompatibilidade liberada anteriormente se refere especificamente a jogos completos, com demos e outras experiências podendo, também, apresentar falhas no PS5.

A Konami também não falou sobre o assunto e parece que, aos poucos, vai conseguindo seu propósito de fazer de conta que Silent Hills nunca existiu. Diferentes rumores apontam para o anúncio de um novo game da franquia para breve, com a vontade de esquecer o passado podendo (ou não) representar uma forma de seguir em frente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos