Mercado fechará em 6 h 57 min
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,29
    +0,47 (+0,74%)
     
  • OURO

    1.836,60
    +12,60 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    50.306,09
    +21,18 (+0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.399,89
    +11,99 (+0,86%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    7.016,70
    +53,37 (+0,77%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.219,25
    +119,00 (+0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4175
    +0,0050 (+0,08%)
     

Demanda por voos da Gol no Brasil cresce em outubro ante setembro, mas recua na base anual

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura
.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Gol mostrou recuperação na demanda por voos no Brasil em outubro em relação a setembro, com alta de 34%, mas na base ano a ano ainda verifica uma queda de 41,1%, de acordo com dados divulgados pela companhia aérea nesta quinta-feira.

A oferta no mercado doméstico cresceu 37% entre setembro e outubro, mas também ainda registra um declínio de 37,5% frente a outubro de 2019. A taxa de ocupação nos voos da companhia no país ficou em 78%, de 82,8% um ano antes.

Durante o mês passado, a Gol operou uma média de 363 voos por dia, reabriu três bases e adicionou 1.932 operações nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas (São Paulo), Santos Dumont e Galeão (Rio de Janeiro), Brasília (Distrito Federal)m Fortaleza (Ceará) e Salvador (Bahia).

A companhia disse que não realizou voos internacionais em outubro.