Mercado abrirá em 6 h 45 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,62
    +0,18 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.775,60
    +9,90 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    62.398,00
    +30,73 (+0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.457,83
    +6,20 (+0,43%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.710,76
    +301,01 (+1,18%)
     
  • NIKKEI

    29.188,18
    +162,72 (+0,56%)
     
  • NASDAQ

    15.287,00
    -3,50 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4100
    +0,0185 (+0,29%)
     

Demanda de outono na China mantém minério acima de US$ 100

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os futuros do minério de ferro ampliaram os ganhos acima de US$ 100 a tonelada em meio à expectativa de operadores de que o pico da demanda chinesa no outono ajude a recuperação da matéria-prima.

Most Read from Bloomberg

O insumo siderúrgico é marcado por fortes oscilações este ano. Na quarta-feira, a commodity foi negociada acima de US$ 100 a tonelada depois de um comunicado da incorporadora China Evergrande sobre um acordo com detentores de títulos em yuan para o pagamento de juros. Em reunião recente com representantes da Evergrande, reguladores disseram que a empresa deve se comunicar de forma proativa com credores de títulos para evitar um default, segundo informações da Bloomberg na quinta-feira.

Metais básicos avançavam apesar da perspectiva de redução do estímulo pelo Federal Reserve já em novembro, mas reduziram os ganhos após a Dow Jones informar que autoridades chinesas teriam pedido a governos locais que se preparem para um potencial colapso da Evergrande.

O minério de ferro ensaia uma recuperação depois de ter sido abalado pelas restrições da China à produção de aço, juntamente com controles no setor imobiliário e questões sobre a falta de energia. Com isso, a commodity caiu mais de 60% em relação recorde em maio. Também existem preocupações crescentes sobre a demanda por metais industriais, à medida que a crise de energia começa a atingir os principais centros de manufatura.

Mas um aumento sazonal da demanda deve fortalecer as margens do aço, apoiando os preços do minério de ferro no curto prazo, escreveu Wei Ying, analista da China Industrial Futures, em relatório na quinta-feira. Os preços podem continuar a se recuperar, já que a recente queda foi excessiva, disse Wei.

A demanda pelo insumo siderúrgico geralmente aumenta quando fabricantes intensificam as atividades após o verão na China. Usinas também acumulam estoques da matéria-prima antes do feriado do Dia Nacional, que começa em 1º de outubro.

Em Singapura, os contratos futuros de minério de ferro subiam 1,9%, para US$ 109,75 a tonelada, às 18h43 no horário local, que seguiu um ganho de 15% na quarta-feira. Na China, o minério de ferro caiu 0,2%, para 667 yuans no fechamento, enquanto os futuros do aço também encerraram em baixa.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos