Mercado abrirá em 2 h 59 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,68
    +0,81 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.941,30
    -4,00 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    22.989,94
    +85,15 (+0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.791,97
    +20,27 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.128,00
    -24,00 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5294
    +0,0138 (+0,25%)
     

Delta prevê lucro pressionado por custos trabalhistas no 1º tri

Por Rajesh Kumar Singh

CHICAGO (Reuters) - A Delta Air Lines previu nesta sexta-feira lucro para o primeiro trimestre abaixo das estimativas dos analistas, devido ao aumento nos custos trabalhistas, já que as companhias aéreas dos EUA tentam melhorar os níveis de pessoal em meio à forte demanda por viagens.

Companhias aéreas dos EUA estão tendo a maior demanda de viagens desde o início da pandemia, diante da reabertura de fronteiras, um dólar forte e aumento das viagens corporativas.

Mas as companhias aéreas tiveram que gastar mais para atrair e reter pilotos e tripulantes depois que muitos foram demitidos durante a pandemia. A Delta disse que espera que os custos unitários sem combustível subam de 3% a 4% no primeiro trimestre em relação ao ano anterior.

A empresa também ofereceu um aumento salarial de 34% a seus pilotos em um novo contrato, o que deve se tornar uma nova referência para o setor.

A piora das perspectivas econômicas gerou preocupações sobre os gastos do consumidor, mas a demanda por viagens continua forte e excede o ritmo de crescimento da capacidade de voos, mantendo os preços das passagens altos.

"À medida que avançamos para 2023, o cenário da indústria para viagens aéreas continua favorável e a Delta está bem posicionada para gerar ganhos significativos e crescimento de fluxo de caixa livre", disse o presidente-executivo Ed Bastian.

A empresa prevê que a receita do primeiro trimestre seja de 14% a 17% maior do que em 2019, com capacidade 1% menor. A Delta espera lucro de 0,15 a 0,40 dólar por ação, abaixo das estimativas de 0,55 dólar, segundo dados da Refinitiv IBES.

A companhia reiterou a previsão de lucro para o ano divulgada no mês passado.

No quarto trimestre, o lucro ajustado foi de 1,48 dólar por ação, acima das estimativas dos analistas de 1,33 dólar. A empresa reportou 12,3 bilhões de dólares em receita ajustada.

As companhias aéreas não esperam que a demanda por viagens diminua tão cedo. A Delta disse que espera que os consumidores gastem 30 bilhões de dólares em viagens neste ano.