Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.667,66
    +293,79 (+0,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.232,20
    -741,07 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,93
    +1,50 (+1,76%)
     
  • OURO

    1.812,20
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    42.279,25
    -81,06 (-0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.007,20
    -2,19 (-0,22%)
     
  • S&P500

    4.577,11
    -85,74 (-1,84%)
     
  • DOW JONES

    35.368,47
    -543,34 (-1,51%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    27.756,30
    -500,95 (-1,77%)
     
  • NASDAQ

    15.172,50
    -33,50 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3121
    +0,0050 (+0,08%)
     

Delivery ganha espaço em ranking de queixa de consumidor em 2021 e supera telefonia

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O balanço final do fechamento do ano no site de queixas Reclame Aqui aponta novamente as lojas online na liderança, com 22,6% de participação no total.

O número indica um recuo no alvo de críticas na comparação com 2020, quando as lojas online representavam quase 27% das reclamações.

Das mais de 5 milhões de queixas registradas na plataforma até 28 de dezembro, mais de 1,1 milhão se referiam a compras pela internet.

Os bancos seguem no segundo lugar, com 11,6% neste ano, ante 10,6% em 2020. Estão à frente do delivery, que ganhou gás na pandemia e acabou aparecendo entre as principais categorias reclamadas neste ano com 7% de participação, ante 5,6% no ano passado.

O serviço superou o patamar das queixas sobre telefonia móvel (5,4%).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos