Mercado abrirá em 8 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    120.636,39
    -605,24 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.495,41
    -962,61 (-2,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,36
    +0,38 (+0,72%)
     
  • OURO

    1.848,30
    +8,10 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    35.332,79
    -902,45 (-2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    700,99
    -14,21 (-1,99%)
     
  • S&P500

    3.798,91
    +30,66 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    30.930,52
    +116,26 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.712,95
    -7,70 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.720,07
    +77,79 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    28.475,00
    -158,46 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.038,50
    +53,00 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5065
    +0,0079 (+0,12%)
     

Defensoria Pública pede adiamento do Enem por novo pico de Covid-19

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
DF - Brasilia - 03/11/2019 - Enem 2019 Brasilia - Movimentacao de candidatos em frente a Escola Publica Gisno, para o primeiro final de semana de provas do Exame Nacional do Ensino Medio, ENEM, neste domingo 03 de novembro, sao 5 milhoes de alunos que irao prestar o exame em todo o Brasil. Foto: Mateus Bonomi/AGIF
DF - Brasilia - 03/11/2019 - Enem 2019 Brasilia - Movimentacao de candidatos em frente a Escola Publica Gisno, para o primeiro final de semana de provas do Exame Nacional do Ensino Medio, ENEM, neste domingo 03 de novembro, sao 5 milhoes de alunos que irao prestar o exame em todo o Brasil. Foto: Mateus Bonomi/AGIF

A Defensoria Pública da União entrou com um pedido na Justiça solicitando o adiamento das provas da versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), programadas para acontecer nos dias 17 e 24 de janeiro.

Segundo a defensoria, "não há maneira segura para a realização de um exame com quase seis milhões de estudantes neste momento, durante o novo pico de casos de Covid-19". O órgão ainda alega que não há “clareza sobre as providências adotadas para evitar-se a contaminação dos participantes da prova, estudantes e funcionários que a aplicarão”.

Mais sobre o Enem 2020:

Originalmente, as provas aconteceriam em novembro de 2020, mas foram adiadas para o mês de janeiro por causa da pandemia do novo coronavírus.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e as entidades Campanha Nacional pelo Direito à Educação e Educafro também assinam a ação da Defensoria Pública contra o Ministério da Educação (MEC) e o Inep, autarquia do MEC responsável pela aplicação do exame.