Mercado fechará em 1 h 56 min
  • BOVESPA

    114.327,88
    -1.339,90 (-1,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.221,14
    +69,76 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,59
    +0,37 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.772,20
    -25,70 (-1,43%)
     
  • BTC-USD

    49.565,17
    +85,80 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,27
    -3,39 (-0,34%)
     
  • S&P500

    3.831,59
    -93,84 (-2,39%)
     
  • DOW JONES

    31.402,64
    -559,22 (-1,75%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.893,75
    -408,25 (-3,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7315
    +0,1610 (+2,45%)
     

Defensa y Justicia vence Lanús (3-0) e conquista Copa Sul-Americana-2020

·2 minuto de leitura
Jogadores do Defensa y Justicia comemoram a conquista da Copa Sul-Americana de 2020 em 23 de janeiro de 2021, em Córdoba, ao vencer o Lanús por 3 a 0 na final

O argentino Defensa y Justicia se sagrou campeão da Copa Sul-Americana 2020, seu primeiro título internacional, ao derrotar o Lanús por 3 a 0, também da Argentina, neste sábado, no estádio Mario Kempes, em Córdoba.

Com um amplo domínio do 'Halcón' desde o início do jogo, o primeiro gol foi marcado aos 34 minutos pelo zagueiro Adonis Frías.

O Defensa, comandado pelo técnico (e ex-jogador) Hernán Crespo, ampliou no segundo tempo aproveitando um grave erro da defesa do Lanús, com um passe para o goleiro Lautaro Morales e sobrou para o artilheiro Romero marcar seu décimo gol no torneio (62).

O terceiro veio nos acréscimos por meio de Washington Camacho, que havia entrado em campo aos 75 minutos no lugar de Frías.

Sem a presença do público, embora com centenas de convidados especiais, entre eles os presidentes da Conmebol Alejandro Domínguez e da Federação Argentina de Futebol, Claudio 'Chiqui' Tapia, a partida foi disputada sob um forte sol de verão, que obrigou a realização de uma pausa para hidratação.

Com a goleada, o Defensa y Justicia além de se sagrar campeão, se classificou para a Copa Libertadores-2021 e a Recopa Sul-Americana contra o campeão da Libertadores-2020 (Palmeiras ou Santos, que se enfrentam no próximo sábado).

O time também vai disputar a Copa Suruga Bank contra o campeão da liga japonesa.

A arbitragem ficou a cargo do venezuelano Jesús Valenzuela, substituto do uruguaio Leodan González, que teve um resultado positivo para covid-19, enquanto o chileno Julio Bascuñán comandou o VAR.

Esta é a segunda final internacional perdida pelo Lanús nos últimos anos, após a derrota em 2017 para o Grêmio na Libertadores.

O Lanús conquistou a Sul-Americana em 2013 e também foi campeão da extinta Copa Conmebol em 1996.

Já o 'Halcón', na primeira divisão apenas desde 2014, foi a surpresa desta Sul-Americana, que disputou depois de terminar em terceiro na fase de grupos da Libertadores após uma derrota dolorosa para o Santos por 2 a 1 no último minuto.

-- Todos os campeões da Copa Sul-Americana:

2002 - San Lorenzo (Argentina)

2003 - Cienciano (Peru)

2004 - Boca Juniors (Argentina)

2005 - Boca Juniors (Argentina)

2006 - Pachuca (México)

2007 - Arsenal (Argentina)

2008 - Internacional (Brasil)

2009 - Liga de Quito (Equador)

2010 - Independiente (Argentina)

2011 - Universidad de Chile (Chile)

2012 - São Paulo (Brasil)

2013 - Lanús (Argentina)

2014 - River Plate (Argentina)

2015 - Santa Fe (Colômbia)

2016 - Chapecoense (Brasil)

2017 - Independiente (Argentina)

2018 - Athletico Paranaense (Brasil)

2019 - Independiente del Valle (Equador)

2020 - Defensa y Justicia (Argentina)

bur-nn/aam