Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.335,97
    +147,12 (+0,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Default de incorporadora chinesa aumenta temor de contágio

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- O setor imobiliário chinês registrou o primeiro default de um título em dólar desde o agravamento da crise da China Evergrande nas últimas semanas, o que soa o alarme sobre outras empresas muito alavancadas em um mercado em desaceleração.

Most Read from Bloomberg

A Fantasia Holdings, que constrói apartamentos de alto padrão e projetos de reforma urbana, não pagou um título de US$ 205,7 milhões que venceu na segunda-feira. O não pagamento levou a uma série de rebaixamentos de notas de crédito na terça-feira para níveis equivalentes a default.

O default da Fantasia aumentou a preocupação em mercados voláteis durante a semana de feriado na China e com as incertezas em torno da China Evergrande, uma das maiores incorporadoras do país e maior emissora da Ásia de títulos com grau especulativo, ou junk. O preço médio de títulos de alto rendimento em dólar chineses caiu 1,3 centavo de dólar na terça-feira, a pior queda desde julho, de acordo com um índice da Bloomberg. Ações de incorporadoras também perderam terreno: depois da baixa de pelo menos 10% na terça-feira, Sunac China e China Aoyuan ampliaram as perdas na quarta-feira.

Autoridades chinesas têm adotado regras rígidas para o endividamento, enquanto medidas para esfriar o mercado imobiliário desaceleram as vendas. Nos últimos dias, o mercado viu mais exemplos de estresse em outras empresas imobiliárias. A Sinic Holdings recebeu uma demanda para pagar algumas dívidas depois de não realizar dois pagamentos de juros domésticos. Os sinais de crise começaram a aparecer há vários meses. A Sunshine 100 China não pagou títulos em dólar em agosto.

Embora a Fantasia represente menos riscos para os mercados financeiros do que a Evergrande devido ao seu menor peso - ficou em 60º lugar em uma lista de vendas contratadas no primeiro trimestre em relação à terceira posição da Evergrande -, a saga da construtora sinaliza vários riscos que preocupam cada vez mais os investidores.

Um dos problemas é a dívida opaca no setor imobiliário. Nos últimos dias, pessoas com conhecimento do assunto disseram que um título em dólar amplamente desconhecido com vencimento oficial em 3 de outubro, emitido por uma entidade chamada Jumbo Fortune Enterprises, é garantido pela Evergrande. No caso da Fantasia, a empresa disse várias semanas antes de entrar em default que seu desempenho operacional era bom, tinha capital de giro suficiente e nenhum problema de liquidez.

Não houve resposta imediata da Fantasia na quarta-feira para um pedido de comentário sobre os planos de pagamento de dívidas da empresa.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos