Mercado fechado

Deezer agora pode importar playlists e músicas de Spotify e outros streamings

·2 min de leitura

Quem troca um serviço de streaming por outro sabe que a transição pode ser um processo bem trabalhoso, especialmente se o assinante quiser preservar as próprias playlists, músicas e álbuns favoritos. Felizmente, existem apps que fazem o trabalho duro pelo usuário, e agora finalmente a Deezer recebeu suporte oficial a um deles.

A ferramenta chamad Tune My Music é, de forma breve, um importador de bibliotecas. O que ela faz é catar todas as suas playlists, analisar nomes, autores e álbuns de cada faixa, e criar uma fila de reprodução (quase) idêntica na conta nova no Deezer, dispensando todo o esforço para fazer a migração manual entre serviços.

Transferências de músicas dentro do app Deezer poupam o usuário de buscar ferramentas alternativas (Imagem: Reprodução/Deezer)
Transferências de músicas dentro do app Deezer poupam o usuário de buscar ferramentas alternativas (Imagem: Reprodução/Deezer)

É lógico que a função não é perfeita: por provavelmente ser baseada numa análise de nome e artista, erros são possíveis — e mais: algumas músicas podem estar disponíveis somente na plataforma original. Apesar dos possíveis defeitos, porém, já é uma baita ajuda para quem pretende trocar de plataforma depois de ter construído uma coletânea imensa de músicas.

“Não queremos que os nossos usuários percam suas faixas favoritas e as listas de reprodução que criaram ao longo do tempo”, explicou a chefe de produto da Deezer, Alexandra Leloup. “Com esse novo recurso podemos facilitar a vida de nossos usuários e todos os nossos ouvintes podem ter todas as músicas em um só lugar”, completou.

Compatível com os principais apps de streaming

No aplicativo da Deezer, a função é identificada pela opção “Transferir seus favoritos”, dentro da guia de Configurações. A importação de biblioteca está disponível para faixas dos serviços Spotify, Apple Music, YouTube, YouTube Music, Tidal, Amazon Music, SoundCloud e iTunes, entre outros.

Para quem já conhece a ferramenta independente do Tune My Music, a diferença está na praticidade. Ter o app direto no streaming é um facilitador para quem acabou de assinar a Deezer. Vale ressaltar que o Tune My Music não é um recurso nativo e exclusivo, já que também faz as transferências de biblioteca gratuitamente entre vários serviços, e a versão paga dele garante também sincronização entre contas.

Provavelmente, a novidade da Deezer será distribuída gradativamente entre usuários. Por isso, vale ficar atento às atualizações disponibilizadas na Play Store e na App Store para experimentar a função. Mais detalhes sobre a ferramenta estão disponíveis no site oficial.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos