Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,70 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,75 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    +1,51 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.725,00
    -5,50 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    20.045,08
    -312,30 (-1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,09
    -2,31 (-0,50%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.628,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1314
    -0,0365 (-0,71%)
     

"Dedos de salsicha" | Por que o Rei Charles III tem mãos inchadas?

Desde que Charles III, o filho da recém-falecida rainha Elizabeth II, foi coroado como monarca do Reino Unido, uma característica inusitada acabou ganhando a atenção da internet: seus "dedos de salsicha" — intitulados assim pelo próprio ex-príncipe. O curioso inchaço, nota-se, costuma acontecer após voos longos e quando Charles visita países quentes como Austrália e Índia.

Embora tenha chamado atenção aqui no Brasil e em outros países agora, os britânicos já eram obcecados pelas extremidades do membro da família real há algum tempo. Nos últimos 12 meses, por exemplo, "Prince Charles swollen fingers" (dedos inchados do Príncipe Charles) foi um termo de busca com vários picos nos Estados Unidos, Canada, Austrália e, é claro, Reino Unido, segundo Google Trends.

Os dedos de salsicha costumam aparecer em viagens de Charles a países quentes e após voos longos (Imagem: Revolve royal launch/Flickr)
Os dedos de salsicha costumam aparecer em viagens de Charles a países quentes e após voos longos (Imagem: Revolve royal launch/Flickr)

O que teria causado o inchaço?

O diagnóstico à distância é difícil e nunca será tão preciso, relatam médicos — isso porque não sabemos o que causa o inchaço, já que o Palácio de Buckingham nunca emitiu comunicados oficiais relatando questões de saúde relacionadas à condição de Charles III. A vermelhidão e o inchaço, além das piadas, causam alguma preocupação em relação à saúde do monarca de 73 anos.

Curiosamente, a primeira citação aos dedos de Charles vem de uma carta dele para um amigo, onde relata o nascimento de seu primeiro filho — William, atualmente com 40 anos — e comenta que teria "dedinhos de salsicha, iguais aos do pai". Em 2012, a visita do então príncipe a um pub na Inglaterra foi o que gerou imagens dos tais dedos inchados, e foi aí que o interesse começou.

Em 2021, Charles visitou a Índia e ficou descalço, uma obrigação na entrada de locais sagrados: notou-se que seus pés também estavam inchados. Médicos comentam que isso pode vir de problemas cardíacos ou renais, além de insuficiência venosa crônica e varizes. O calor pode, sim, piorar o inchaço, mas voos acima de 2 horas influenciam ainda mais. Aliás, uma doença chamada dactilite, que consiste na inflamação de um ou mais dedos, dá o aspecto de salsicha a eles, já que as articulações sofrem um edema difuso.

Charles III e sua esposa Camilla em visita à Índia: nota-se os dedos inchados do monarca (Imagem: Government of India/Domínio Público)
Charles III e sua esposa Camilla em visita à Índia: nota-se os dedos inchados do monarca (Imagem: Government of India/Domínio Público)

A idade, de acordo com especialistas, só impactam nesses sintomas se quadros associados existirem, como cardiopatia ou insuficiência renal. Edemas como o de Charles III costumam ser indolores, o que leva pacientes a ignorarem a condição não procurarem tratamento, no entanto — com o tempo, a condição piora. Questões reumáticas também podem provocar inchaço.

No caso de condições músculo-esqueléticas, o que causa os inchaços podem ser cristais, como os que causam a gota, por doenças inflamatórias como artrite reumatoide ou até distúrbios autoimunes que afetam a parte mole de tecidos. Nesse caso, no entanto, há dor articular, rigidez e dificuldade para se movimentar, principalmente após repouso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: