Mercado fechará em 6 h 11 min
  • BOVESPA

    117.611,76
    +413,94 (+0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,88
    +0,12 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.723,90
    +3,10 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    20.248,35
    +362,98 (+1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    460,90
    -2,22 (-0,48%)
     
  • S&P500

    3.782,13
    -1,15 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    30.205,47
    -68,40 (-0,23%)
     
  • FTSE

    6.984,01
    -68,61 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,77 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.682,00
    +58,25 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1086
    -0,0276 (-0,54%)
     

Decisão do Nubank de desistir de BDR nível III é negativa para minoritários, diz Itaú BBA

(Reuters) - A decisão do Nubank de descontinuar seu programa de BDRs Nível III na B3, concentrando a negociação de seus papéis na Bolsa de Nova York, é negativa para acionistas minoritários, avaliam analistas do Itaú BBA.

"Não conseguimos ver os benefícios tangíveis da mudança", afirmaram Pedro Leduc e equipe em relatório a clientes. "Julgamos negativo para os acionistas minoritários locais e para a governança corporativa", acrescentaram.

De acordo com o plano divulgado na véspera pelo Nubank, que será submetido à aprovação da B3, os donos de BDRs do banco digital terão a opção de receber ações ordinárias classe A negociadas em Nova York, na proporção de 6 BDRs para cada ação.

Eles também poderão optar trocar os BDRs de nível III por papéis de nível I, na proporção de 1 para 1, ou vender os papéis.

A equipe do Itaú BBA disse não acreditar que a decisão prejudique a definição do preço das ações pelos investidores, uma vez que a liquidez das mesmas está concentrada nos Estados Unidos.

Investidores "ainda poderão negociar no Brasil, mas talvez com menos liquidez", avaliam, também estimando que, "na prática, a divulgação de informações pode ficar mais pobre, e ainda menos comparável com instituições financeiras locais".

(Por Paula Arend Laier)