Mercado abrirá em 3 h 57 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,29
    -0,21 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.808,60
    -3,70 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    23.125,84
    -660,04 (-2,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,84
    -19,51 (-3,50%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.490,19
    +2,04 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.089,50
    +58,00 (+0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2525
    +0,0198 (+0,38%)
     

Decisão de Biden sobre manter ou não tarifas sobre a China segue pendente

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ainda não decidiu se suspenderá algumas tarifas comerciais sobre a China, disse nesta terça-feira (26) um funcionário do alto escalão, embora o presidente tenha um telefonema com seu par chinês, Xi Jinping, programado para esta semana.

John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, afirmou que o governo acredita que as tarifas impostas pela guerra comercial no mandato do ex-presidente Donald Trump não estão funcionando, mas que Biden ainda está resolvendo o próximo passo.

"Biden quer uma revisão das tarifas que estão em vigor para garantir que estejam alinhadas com nossas prioridades econômicas estratégicas, que atendam aos nossos melhores interesses nacionais e, francamente, aos melhores interesses do povo americano, mas ainda não tomou uma decisão", explicou Kirby aos repórteres.

As tarifas em questão são de 25% sobre bilhões de dólares em importações chinesas em retaliação ao que os Estados Unidos apontam como as práticas comerciais habitualmente desleais de Pequim.

"Acreditamos que as tarifas que seu antecessor (Trump) estabeleceu foram mal projetadas. Acreditamos que aumentaram os custos para as famílias e pequenas empresas americanas, bem como para os fazendeiros. E isso sem realmente abordar algumas das práticas comerciais nocivas da China", disse Kirby.

A ligação telefônica, que é esperada para esta semana, mas ainda não tem data certa, será a quinta entre Xi e Biden desde que o democrata assumiu a Casa Branca em 2021.

De acordo com Kirby, os líderes discutirão "tudo, desde as tensões sobre Taiwan, até a guerra na Ucrânia, assim como a melhor forma de gerenciar a competição entre nossas duas nações na esfera econômica".

sms/jh/afa/dga/ic/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos