Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.562,59
    +1.126,08 (+2,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Decepcionada, Wada vê russos se prepararem aos Jogos de Tóquio

·1 minuto de leitura
Atletas russos desfilam na abertura dos Jogos de Tóquio

Por Karolos Grohmann

TÓQUIO (Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) será forçada observar atletas russos usarem uniformes com as cores do seu país, vermelho, branco e azul, para competir nas Olimpíadas de Tóquio, após terem recebido sanções menores pelos escândalos de doping da nação.

A Wada havia inicialmente banido a Rússia dos principais eventos do esporte por quatro anos em dezembro de 2019, mas as sanções foram cortadas pela metade ano passado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), uma clara vitória dos russos.

Embora os russos não possam competir sob sua bandeira, eles agora podem usar o uniforme tricolor em vez do neutro que havia sido inicialmente imposto pela Wada.

Com o logo do Comitê Olímpico Russo e as letras "ROC" neles, os uniformes são quase indistinguíveis das vestimentas russas dos Jogos anteriores.

"A CAS fechou alguns casos do passado e, em nossos comunicados, sublinhamos que, por um lado, foi uma decisão muito positiva do ponto de vista legal que a CAS tenha confirmado os documentos e todas nossas regras e padrões", disse o presidente da Wada, Witold Banka, em entrevista coletiva na sexta-feira.

"Mas claro que nós da Wada continuamos decepcionados que a CAS tenha reduzido o nível das sanções de quatro para dois anos. Acho que todas minhas opiniões... precisam se basear em fatos e evidências científicas."

A Rússia, que no passado reconheceu falhas em sua implementação de políticas antidoping, nega ter administrado um programa de doping patrocinado pelo Estado.

(Por Karolos Grohmann)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos