Mercado abrirá em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +0,16 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.821,30
    +4,80 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    42.810,38
    -321,15 (-0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.029,10
    +3,37 (+0,33%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.596,95
    +54,00 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    24.218,03
    -165,29 (-0,68%)
     
  • NIKKEI

    28.333,52
    +209,24 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    15.608,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3156
    -0,0018 (-0,03%)
     

Conheça o seleto grupo dos 'decacórnios', as startups mais valiosas do mundo

Foto: Thomas Trutschel/Photothek via Getty Images
Foto: Thomas Trutschel/Photothek via Getty Images

A empresa de consultoria e análise de mercado CB Insights divulgou recentemente um levantamento que mostra quais são as startups de capital fechado mais valiosas do mundo.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

As primeiras 21 empresas do ranking fazem parte do seleto grupo de “decacórnios”. O termo é usado para definir empresas avaliadas em mais de US$ 10 bilhões, uma derivação de “unicórnio”, que é usado para startups que valem mais de US$ 1 bilhão.

Leia também

Confira o top 10 neste infográfico produzido pela Statista.

Infográfico mostrando as 10 startups mais valiosas do mundo. Arte: Statista
Infográfico mostrando as 10 startups mais valiosas do mundo. Arte: Statista

No topo da lista aparece a Bytedance, uma startup chinesa avaliada em US$ 75 bilhões, responsável por aplicativos de sucesso entre adolescentes como a rede social Tik Tok, que conseguiu um feito raro: sucesso na China e também no Ocidente.

Em segundo lugar está a Didi Chuxing, empresa de aplicativos de transporte que é a principal acionista da 99, concorrente da Uber, no Brasil. Completa o top 3 a Juul Labs, uma startup norte-americana que vende cigarros eletrônicos - e que está na mira de autoridades por conta de possíveis riscos à saúde dos usuários.

O Nubank é o único representante brasileiro no clube dos decacórnios, em 20º lugar. Avaliada em US$ 10 bilhões, a fintech oferece um cartão de crédito sem anuidade e uma conta bancária totalmente digital e sem taxas - produtos que já alcançam mais de 10 milhões de pessoas no País.

Veja a lista completa do clube dos US$ 10 bilhões abaixo.

  1. Bytedance (China): US$ 75 bilhões;

  2. Didi Chuxing (China): US$ 56 bilhões;

  3. Juul Labs (EUA): US$ 50 bilhões;

  4. WeWork (EUA): US$ 47 bilhões;

  5. Airbnb (EUA): US$ 29,3 bilhões;

  6. Stripe (EUA): US$ 22,5 bilhões;

  7. SpaceX (EUA): US$ 18,5 bilhões;

  8. Epic Games (EUA): US$ 15 bilhões;

  9. Grab (Singapura): US$ 14 bilhões;

  10. DoorDash (EUA): US$ 12,6 bilhões;

  11. Bitmain (China): US$ 12 bilhões;

  12. Samuned (EUA): US$ 12 bilhões;

  13. Wish (EUA): US$ 11,2 bilhões;

  14. Global Switch (Reino Unido): US$ 11,08 bilhões;

  15. Palantir (EUA): US$ 11 bilhões;

  16. Beike (China): US$ 10 bilhões;

  17. DJI (China): US$ 10 bilhões;

  18. Gojek (Indonésia): US$ 10 bilhões;

  19. Infor (EUA): US$ 10 bilhões;

  20. Nubank (Brasil): US$ 10 bilhões;

  21. One97 (Índia): US$ 10 bilhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos