Mercado fechado

De olho no Brasil, Sven-Goran Eriksson é sugerido ao Corinthians

Jorge Nicola
·2 minutos de leitura
Eriksson em entrevista por meio de uma videoconferência com o Blog
Eriksson em entrevista por meio de uma videoconferência com o Blog

Dono de um enorme currículo, o sueco Sven-Goran Eriksson tem vontade de trabalhar no Brasil. E o nome do ex-treinador da seleção inglesa já foi até sugerido ao Corinthians, que vive enorme indefinição em relação ao futuro de Coelho depois de uma sequência de cinco pontos conquistados em 15 possíveis.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O Blog apurou que o representante de Eriksson na América do Sul, Daniel Kozik, manteve contato nas últimas horas com dirigentes alvinegros.

Leia também:

O técnico sueco, que não trabalha desde o ano passado, quando deixou a seleção de Filipinas, vê com bons olhos a chance de se aventurar no Brasil. “Depois de um período de descanso, quero voltar a trabalhar como treinador, porque é minha vida e posso fazer boas coisas”, explica.

“Se existe a possibilidade de ir ao Brasil, seguramente eu vou. Claro que seguramente depende do projeto, mas a questão financeira não é um problema”, acrescenta o ex-comandante de Manchester City, Lazio, Benfica, entre outros clubes, em entrevista direto de seu país, por videoconferência.

Eriksson se mostrou fã do futebol brasileiro e lembrou de vários atletas daqui que ele considera bem acima da média. Completou dizendo que o Brasil tem obrigação de brigar para ser campeão em todas as Copas do Mundo que disputar.

Aos 72 anos, Eriksson não teria problema com idioma. Ele já trabalhou no Benfica e entende a língua portuguesa, embora esteja mais familiarizado com o espanhol e o italiano.

Novo técnico no Corinthians? Desde a semana passada, o presidente Andrés Sanchez cogita mais fortemente a ideia de contratar um treinador. Ele chegou a conversar recentemente com Dunga. Porém, Andrés ainda entende que Coelho, técnico que substitui Tiago Nunes, ainda pode ter mais uma chance contra o Santos, na quarta-feira.

Até agora, Coelho coleciona duas derrotas (Fluminense e Sport), dois empates (Atlético-GO e Red Bull Bragantino) e uma vitória, contra o Bahia.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos