Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    109.105,65
    +1.726,73 (+1,61%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.567,93
    +300,73 (+0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,12
    +2,06 (+4,78%)
     
  • OURO

    1.803,10
    -34,70 (-1,89%)
     
  • BTC-USD

    19.222,35
    +770,39 (+4,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,10
    +12,35 (+3,34%)
     
  • S&P500

    3.626,24
    +48,65 (+1,36%)
     
  • DOW JONES

    30.004,02
    +412,75 (+1,39%)
     
  • FTSE

    6.421,13
    +87,29 (+1,38%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.018,00
    +112,75 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4060
    -0,0343 (-0,53%)
     

Datena será substituído por Lucas Martins no Brasil Urgente

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 22.06.2017 - O apresentador José Luiz Datena durante evento em São Paulo. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 22.06.2017 - O apresentador José Luiz Datena durante evento em São Paulo. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O repórter Lucas Martins será o substituto de José Luiz Datena, no Brasil Urgente (Band), a partir desta segunda (26) e por tempo indeterminado. O apresentador foi internado às pressas no fim de semana, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após sentir dores no peito.

Segundo a Band, ainda não há informações de quando Datena poderá voltar a comandar a atração. Martins já apresentou o Brasil Urgente em algumas edições, aos sábados.

Em vídeo publicado em suas redes sociais na noite de domingo (25), Datena contou que passou por procedimentos médicos, sem revelar quais foram eles. "Estou em plena recuperação e em breve espero estar com vocês de novo", afirmou. Deitado na cama do hospital, Datena disse também que luta contra vários tipos de doenças há muito tempo e tem vencido as "batalhas".

Na quinta-feira (22), o apresentador e o governador João Doria (PSDB) discutiram sobre o isolamento social e a briga entre o político e o presidente Jair Bolsonaro em torna da Coronavac, a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Durante entrevista do tucano ao programa Brasil Urgente, Datena perguntou por que o governador dizia que "o pior [da pandemia] já passou" e ainda assim brigava tanto pela vacina. O político retrucou e afirmou que Datena não era médico para discutir sobre o assunto e que deixava a questão para os especialistas do Centro de Contingência do Coronavírus estadual.