Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,09
    -1,58 (-2,52%)
     
  • OURO

    1.794,30
    +15,90 (+0,89%)
     
  • BTC-USD

    54.877,05
    -1.694,10 (-2,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.264,99
    +2,03 (+0,16%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.891,25
    +97,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7011
    -0,0014 (-0,02%)
     

Datagro faz leve ajuste negativo para safra de soja 20/21 do Brasil; mantém recorde

·1 minuto de leitura
Colheita de soja em Porto Nacional (TO)

SÃO PAULO (Reuters) - A produção brasileira de soja deve alcançar o recorde de 135,47 milhões de toneladas na safra 2020/21, estimou a consultoria Datagro nesta quinta-feira, apesar de um leve ajuste negativo ante os 135,68 milhões projetados anteriormente.

Em caso de confirmação, esse volume seria 6% superior à temporada passada, conforme dados da consultoria.

Em relação à área, estima-se 38,90 milhões de hectares, contra previsão anterior de 38,76 milhões, um avanço de 4% ante a safra 2019/20.

Já para o milho, a Datagro tem previsão de área total para 2020/21 de 19,73 milhões de hectares, 4% acima dos 18,98 milhões da temporada passada, e produção potencial ajustada para 109,30 milhões de toneladas, ante 109,62 milhões da estimativa anterior e 2% do recorde visto em 2019/20.

(Por Nayara Figueiredo)