Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.375,04
    +416,75 (+1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

DAO planeja comprar a Blockbuster, famosa locadora falida

·3 min de leitura
blockbuster
blockbuster

Outro setor que começa a ganhar força no criptomercado são as Organizações Autônomas Descentralizadas, ou DAOs. O intuito delas é reunir pessoas que tenham visões de investimento parecidas. Visto isso, uma DAO está querendo comprar a Blockbuster, famosa locadora de filmes já falida, e transformá-la em um serviço de streaming para competir com a Netflix e outros.

O anúncio da BlockbusterDAO ocorreu neste último domingo (26), explicando os motivos desta ideia. Primeiramente, a marca Blockbuster não é apenas nostálgica, mas também faz parte da história dos filmes, explica a postagem. Além disso, o reconhecimento de uma marca pode ser fundamental para o seu sucesso.

No mês passado, outra DAO tentou comprar uma cópia da Constituição dos EUA. Embora tenham perdido o leilão, a soma arrecadada pelo projeto mostra sinais de que as DAOs podem ser uma próxima moda entre usuários de criptomoedas.

A história da Blockbuster

Primeiramente é preciso fazer um resumo da história da Blockbuster, não tão famosa para brasileiros. Fundada em 1985, ela tornou-se a maior rede de locadora de filmes e vídeo games do mundo.

Apesar disso, a chegada de serviços de streaming matou este setor, levando a Blockbuster à falência no início dos anos de 2010. O irônico desta história é que o então CEO da Blockbuster teve a oportunidade de comprar a Netflix por 50 milhões de dólares em 2000, porém riu da oferta, hoje ela vale 270 bilhões de dólares.

Por coincidência, ou não, o perfil @Bitcoin no Twitter publicou neste domingo (26) uma foto de uma locadora da Blockbuster, agora fechada e apenas com as marcas do logotipo da falida empresa.

“Apenas um lembrete sobre tecnologias inferiores… Outra razão para comprar #Bitcoin”.

DAO quer comprar locadora falida e transformá-la em serviço de streaming

Devido a sua história de sucesso, presente na vida de muitos cidadãos dos EUA, e de outros países, o nome Blockbuster continua sendo sinônimo de filmes e esta DAO quer aproveitar isso.

A ideia é criar um projeto de DeFilm, ou, em outras palavras, um serviço descentralizado de streaming de filmes, sendo assim administrado de forma autônoma, de forma diferente de empresas tradicionais.

O grupo BlockbusterDAO afirma que precisa levantar 5 milhões de dólares através da venda de NFTs para tentar comprar a marca da Dish Network, atual dona da falida Blockbuster. Hoje o nome está avaliado em U$ 1,8 milhões, porém eles estão prevendo contra-ofertas.

Após isso, a ideia é realizar festivais e também começar a comprar filmes que poderão ser exibidos na própria plataforma, a ser criada, bem como poderão vender seus direitos de exibição para outros concorrentes.

Por fim, embora seja uma ideia ambiciosa, vale lembrar que a ConstitutionDAO arrecadou cerca de 47 milhões de dólares para comprar uma cópia da Constituição dos EUA no mês passado. Embora não tenham ganho o leilão, estes valores e determinação da comunidade parecem ter sido motivacionais para outros projetos, como a própria BlockbusterDAO.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos