Mercado fechará em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    120.845,27
    +924,66 (+0,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.326,97
    +392,06 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,94
    +0,23 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.836,90
    +21,20 (+1,17%)
     
  • BTC-USD

    56.878,04
    -343,36 (-0,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.486,25
    +50,47 (+3,51%)
     
  • S&P500

    4.225,27
    +23,65 (+0,56%)
     
  • DOW JONES

    34.663,17
    +114,64 (+0,33%)
     
  • FTSE

    7.131,82
    +55,65 (+0,79%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.717,75
    +120,00 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3482
    -0,0184 (-0,29%)
     

Daimler e Volvo se unem para desenvolver nova geração de caminhões elétricos

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Fábrica de caminhões da Daimler. (Foto: Yegor Aleyev\TASS via Getty Images)
Fábrica de caminhões da Daimler. (Foto: Yegor Aleyev\TASS via Getty Images)
  • Daimler e Volvo se juntaram para atuar no setor de caminhões elétricos.

  • Empresas apostam em tecnologia de células de hidrogênio.

  • Gigantes esperam conter expansão de concorrentes, como a Tesla.

Duas das maiores fabricantes de caminhões pesados do mundo, a Daimler AG e a Volvo Group, anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de veículos movidos a células de hidrogênio, uma opção para as novas gerações de caminhões elétricos. As informações são de reportagem da agência de notícias Bloomberg.

Leia também:

“Caminhões elétricos movidos a células de hidrogênio serão chave para o transporte carbono-neutro no futuro”, disse Martin Daum, chefe da divisão de caminhões da Daimler, em fala reproduzida pela Bloomberg. “Caminhões elétricos movidos à bateria sozinhos não tornarão isso possível.”

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A “alfinetada” mira diretamente concorrentes que apostam em soluções bateria de lítio, tecnologia usada pela Tesla de Elon Musk, que já anunciou que trabalha no projeto de sua própria frota de caminhões elétricos.

A união entre Daimler e Volvo para o desenvolvimento de tecnologia de células de hidrogênio mostra como essas empresas enxergam a necessidade de unir forças para conter a nova concorrência, que avança também sobre a Europa, com a construção de uma Gigafactory (de baterias) da Tesla em Berlim.

Historicamente, a tecnologia de células de hidrogênio é vista como difícil e custosa. Por isso, pouco viável em larga escala – algo que a nova joint venture tenta mudar. Musk, o bilionário CEO da Tesla, já falou que é justamente por essa razão que ele decidiu não apostar na tecnologia de células de hidrogênio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube