Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    43.537,64
    -3.606,28 (-7,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7489
    +0,0100 (+0,15%)
     

Dados de NY revelam desigualdade em vacinação da população

Jeff Green e Henry Goldman
·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Mais de um quarto das pessoas que recebem a vacina contra a Covid-19 na cidade de Nova York não são residentes, e tendem a ser mais jovens e têm maior probabilidade de serem brancas do que as pessoas que vivem na cidade.

Cerca de 59% dos destinatários de fora da cidade são brancos, de acordo com dados divulgados na sexta-feira pelo departamento de saúde de NY. Em comparação, 48% dos nova-iorquinos que receberam vacinas são brancos, mostram os dados. Aproximadamente metade dos não residentes vacinados tem menos de 65 anos, em comparação com 44% dos nova-iorquinos que tomaram a vacina. A cidade de Nova York tem priorizado profissionais de saúde, idosos e profissionais essenciais para a imunização.O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse no final do mês passado que os dados preliminares da cidade de Nova York mostram disparidades raciais “profundas” sobre quem recebeu a vacina. Os residentes brancos representam quase metade das pessoas que receberam pelo menos uma dose, apesar de consistirem em apenas um terço da população. Latinos, 29% da população, respondem por 15% dos vacinados. A proporção mais baixa foi entre os residentes negros, que correspondem a quase um quarto da população da cidade, mas representaram apenas 11% dos vacinados.

Muitos dos não residentes que estão sendo vacinados são profissionais de saúde, socorristas e outros que fazem trabalhos essenciais na cidade de Nova York, e a cidade quer que eles sejam imunizados. O que a cidade quer evitar, de Blasio disse, é que os jovens e os trabalhadores não essenciais aproveitem o suprimento de vacina da cidade de Nova York em decorrência dos atrasos e da escassez onde vivem.

“Se alguém é de fora dos cinco distritos, não é profissional de saúde, socorrista, professor ou funcionário essencial na cidade de Nova York, não deveria receber uma dose na cidade de Nova York”, de Blasio disse em uma coletiva de 12 de janeiro. “Eles deveriam tomar sua dose em centros de vacinação locais.”Os críticos dizem que o governo de Blasio ainda deve fazer mais para equalizar o acesso à vacina.Na sexta-feira, a cidade abriu o Yankee Stadium para atender ao agendamento de vacinação somente para pessoas do Bronx, um dos bairros mais atingidos e mais diversos da cidade. “Queremos ter certeza de que isso é apenas para o povo do Bronx”, disse de Blasio durante entrevista de rádio na sexta-feira. “É parte de uma maneira de criar equidade.”

Críticas têm crescido tanto na cidade quanto em todo o país sobre justiça da distribuição da vacina. Embora os dados preliminares da cidade sejam incompletos, eles tendem a mostrar que os residentes negros e hispânicos estão atrás dos brancos na obtenção da vacina. Na cidade de Nova York, raça e etnia são desconhecidas para 39% dos receptores da vacina. Os EUA também carecem dessas informações demográficas para metade das doses administradas até o momento, de acordo com dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Mais americanos receberam pelo menos uma dose da vacina Covid-19 do que testaram positivo para o vírus em 1º de fevereiro, de acordo com dados compilados pelo Bloomberg Vaccine Tracker. O rastreador também está monitorando dados de estados e grandes cidades sobre raça, sexo e idade, quando disponíveis.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.