Mercado fechará em 5 h 5 min
  • BOVESPA

    113.910,75
    -1.151,79 (-1,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,92
    -0,69 (-0,95%)
     
  • OURO

    1.752,50
    -42,30 (-2,36%)
     
  • BTC-USD

    47.634,12
    -185,38 (-0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.224,27
    -9,02 (-0,73%)
     
  • S&P500

    4.446,36
    -34,34 (-0,77%)
     
  • DOW JONES

    34.560,72
    -253,67 (-0,73%)
     
  • FTSE

    7.037,89
    +21,40 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.406,00
    -98,00 (-0,63%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1799
    -0,0161 (-0,26%)
     

Dados indicam que 80% de sul-africanos podem ter contraído Covid

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Até quatro em cada cinco sul-africanos teriam contraído o coronavírus, indicando que o país pode ser um dos mais afetados pela doença, disse o atuário-chefe da maior seguradora de saúde da África.

Emile Stipp, atuário da Discovery Health, baseou seus cálculos na taxa de mortalidade e excesso de mortes do país, um indicador do número de óbitos em comparação com uma média histórica. Segundo especialistas, esses dados podem oferecer uma imagem mais precisa do impacto da pandemia do que o número oficial de vítimas.

“Se conhecermos a taxa de mortalidade por Covid, podemos deduzir o nível de infecção provável”, disse Stipp em resposta por e-mail a perguntas.

A taxa de infecção de 70% a 80%, estimada por Stipp, é alta para os padrões globais e pode aproximar a África do Sul da chamada imunidade de rebanho, estimada entre 80% e 90% pela Infectious Diseases Society of America. Ainda assim, é possível que a variante delta do coronavírus possa reinfectar os que contraíram outras cepas.

Dados de mortes

Na Inglaterra, apenas 18% dos doadores de sangue tinham anticorpos que indicavam infecção anterior, disse a Saúde Pública Inglaterra em relatório de 12 de agosto. Esse número saltou para 97% quando pessoas com anticorpos das vacinas foram incluídas. Cerca de 61% da população da Inglaterra está totalmente imunizada em comparação com 7,1% na África do Sul.

Stipp disse que baseou sua avaliação na suposição de que 90% do excesso de mortes divulgadas pelo Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul (SAMRC, na sigla em inglês) foram relacionadas à Covid-19. O SAMRC estima o número do excesso de mortes na África do Sul em 229.850 durante a pandemia, em comparação com o número oficial de mortes por Covid-19 de 77.993. A taxa de mortalidade do país é de 3%.

A África do Sul tem o maior número de casos e mortes por Covid do continente. Também conta com testes e monitoramento de causas de morte mais difundidos.

Em apresentação em 13 de maio para a Satsa, uma associação do setor de turismo, Stipp estimou que 62,1% dos sul-africanos contraíram o coronavírus, um número que foi revisado desde então.

O Cabo Oriental, onde 91,1% da população pode ter sido infectada, foi a província mais atingida, e Gauteng, com 43,4%, e Noroeste, com 35%, as menos afetadas. Estas duas últimas províncias registraram excesso de mortes recorde na pandemia durante a terceira onda de Covid do país, que ainda não foi totalmente controlada.

Pesquisas com doadores de sangue em janeiro e maio indicam a taxa geral de infecção anterior na África do Sul em 42,8%.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos