Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.677,84
    +810,25 (+1,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Dólar vai abaixo de R$5,44 após comentários de diretor do BC

·1 min de leitura
Cédula de dólar. 26 de maio de 2020. REUTERS/Dado Ruvic

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar ampliou as perdas e chegou a ser negociado abaixo dos 5,44 reais nesta sexta-feira, com a moeda brasileira sendo amparada por sinalização do diretor de política monetária do Banco Central, Bruno Serra, de que a autarquia intervirá no mercado de câmbio quando necessário.

Às 11h36 (horário de Brasília), o dólar à vista caía 1,27%, a 5,4457 reais na venda e, por volta das 11h10, foi à mínima do pregão, de 5,4344 reais, queda de 1,48%.

A moeda norte-americana já apresentava queda desde a abertura dos negócios, embora a uma taxa mais comportada, com investidores reagindo a nova intervenção extraordinária do Banco Central no câmbio na forma de venda nesta sexta-feira de 20 mil contratos de swap cambial tradicional, o equivalente a 1 bilhão de dólares.

Pouco antes das 11h, a moeda começou a acelerar as perdas, refletindo comentários de Bruno Serra, que apontou disposição do Banco Central em intervir no mercado de câmbio quando necessário.

Alejandro Ortiz, economista da Guide Investimentos, disse que a fala de Serra acalmou os mercados ao mostrar que o BC está atento à liquidez no mercado de câmbio.

Serra também disse nesta sexta-feira que dólar deve perder força frente ao real conforme o câmbio volta a responder ao ciclo de elevação da taxa Selic.

(Por Luana Maria Benedito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos