Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,46
    +0,70 (+0,63%)
     
  • OURO

    1.820,50
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    20.341,96
    -492,23 (-2,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    440,42
    -9,64 (-2,14%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    26.834,84
    -214,63 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    11.678,25
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5436
    -0,0005 (-0,01%)
     

Dólar vai às mínimas do dia após dados de inflação produtor nos EUA

Cédulas e moedas de dólares dos EUA em cofre em um banco em Westminster, Colorado, EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar foi às mínimas do dia no Brasil na manhã desta terça-feira, seguindo enfraquecimento adicional da moeda no exterior após dados de inflação ao produtor nos EUA não referendarem aceleração no ritmo de altas de juros pelo banco central norte-americano.

Às 9h43 (de Brasília), o dólar à vista recuava 0,35%, a 5,0940 reais na venda, após descer a 5,0868 reais, queda de 0,49%, após a divulgação dos dados nos EUA.

Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,49%, a 5,1190 reais.

O índice do dólar frente a uma cesta de moedas de países ricos ampliou as perdas de 0,1% para 0,2%. E um índice de divisas emergentes dobrou a alta para 0,4%.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos