Dólar sobe em reação à ata da reunião do Fed

O dólar subiu frente às principais moedas, depois de a ata da última reunião do Federal Reserve norte-americano, realizada em janeiro, elevar a expectativa dos investidores de que o programa de compras de bônus para estimular a economia possa ser encerrado antes do que se previa. A ata diz que "vários participantes" da reunião manifestaram preocupações com os riscos associados à manutenção prolongada dessa política.

"O mercado está dizendo que parece que o Fed quer encerrar suas compras de ativos mais cedo do que as pessoas esperavam há apenas um mês", disse o estrategista Gabriel de Kock, do Morgan Stanley. Para Marc Chandler, chefe de estratégia para câmbio da Brown Brothers Harriman, "uma conclusão importante é a de que a visão do Fed sobre sua estratégia de saída ainda está evoluindo".

A libra teve uma queda mais acentuada diante do dólar, chegando a cair ao nível mais baixo desde julho de 2010; a ata da última reunião do banco da Inglaterra (BoE), também divulgada nesta quarta-feira, diz que três dos nove integrantes do Comitê de Política Monetária votaram por uma ampliação de 25 bilhões de libras no programa de compras de bônus do BoE; na reunião anterior, somente um participante havia votado dessa maneira. "Eles vão fazer o que for preciso pela economia, independentemente da inflação", disse o trader George Dowd, da Newedge USA.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3280, de US$ 1,3388 ontem; o iene estava cotado a 93,57 por dólar, de 93,59 por dólar ontem; a libra estava cotada a US$ 1,5232, de US$ 1,5425 ontem; o franco suíço estava cotado a 0,9269 por dólar, de 0,9225 por dólar ontem. As informações são da Dow Jones.

Carregando...