Dólar recua em relação ao euro e ajuda petróleo a subir

Os contratos futuros do petróleo operam em alta nesta quinta-feira, à medida que o enfraquecimento do dólar em relação ao euro torna a commodity mais atrativa para compra por detentores de outras moedas.

Às 9h25 (horário de Brasília), o contrato do petróleo do tipo Brent para março subia 0,29%, para 110,00 o barril, na ICE, em Londres. O contrato do petróleo para fevereiro negociado na Nymex tinha alta de 0,25%, para US$ 94,48 o barril.

O euro ganhou força ante o dólar durante a sessão europeia, enquanto os investidores estavam esperançosos de que o leilão de bônus da Espanha atrairia boa demanda. O Tesouro da Espanha vendeu nesta quinta-feira em leilão 4,505 bilhões de euros (US$ 5,98 bilhões) em bônus para 2015, 2018 e 2041, ligeiramente acima do máximo pretendido de 4,5 bilhões de euros. O custo dos três papéis caiu significativamente em relação a ofertas anteriores.

No horário citado acima, o euro estava em US$ 1,3358, de US$ 1,3290 no fim da tarde de quarta-feira.

O Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) informou na quarta-feira um declínio surpreendente de 951 mil barris nos estoques de petróleo nos Estados Unidos na semana até encerrada em 11 de janeiro, para 360,302 milhões de barris. As previsões eram de uma alta de 2,1 milhões de barris. A queda foi provocada pela redução das importações de petróleo na Costa Oeste.

Os participantes estarão atentos aos números do Produto Interno da China (PIB) no quarto trimestre de 2012, que serão divulgados no início da madrugada de sexta-feira, em busca de pistas sobre a saúde da economia do segundo maior consumidor de petróleo do mundo. Eles também vão monitorar o relatório mensal da Agência Internacional de Energia, que serão anunciado amanhã. As informações são da Dow Jones.

Carregando...