Mercado abrirá em 1 h 40 min
  • BOVESPA

    115.062,54
    -1.118,01 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,40
    -0,21 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.780,10
    -14,70 (-0,82%)
     
  • BTC-USD

    47.953,93
    +349,68 (+0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.234,26
    +37,05 (+3,09%)
     
  • S&P500

    4.480,70
    +37,65 (+0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.814,39
    +236,82 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.049,90
    +33,41 (+0,48%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.478,75
    -25,25 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1446
    -0,0514 (-0,83%)
     

Dólar recua contra real com exterior benigno; mercado digere dados do PIB

·1 minuto de leitura
Dólar recua contra real com exterior benigno; mercado digere dados do PIB

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caía contra o real nesta quarta-feira, dia positivo para ativos de risco no exterior, enquanto os operadores digeriam dados sobre o crescimento econômico do Brasil no segundo trimestre.

Às 9:36, o dólar recuava 0,44%, a 5,1497 reais na venda, enquanto o dólar futuro tinha queda de 0,09%, a 5,174 reais.

No exterior, o índice do dólar caía 0,10% nesta quarta-feira, enquanto rand sul-africano, lira turca e peso mexicano ganhavam entre 0,25% e 0,8%.

Alexandre Netto, chefe de câmbio da Acqua-Vero Investimentos, explicou que apetite por moedas consideradas arriscadas ganhou força desde o final da semana passada, quando o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizou que o banco central dos Estados Unidos terá cautela ao reduzir suas medidas de estímulo de combate aos efeitos econômicos da pandemia.

Agora, dizem analistas, os holofotes estarão sobre números de emprego dos EUA, de sexta-feira, que podem oferecer novas pistas sobre o curso da política monetária norte-americana.

Números nesta quarta-feira da ADP mostraram que os empregadores do setor privado dos EUA contrataram bem menos trabalhadores do que o esperado em agosto, o que tende a prejudicar o dólar globalmente, disse Netto.

Enquanto isso, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil teve queda de 0,1% no segundo trimestre em relação aos três meses anteriores, segundo dados do IBGE divulgados nesta quarta-feira. A expectativa em pesquisa da Reuters era de um crescimento no segundo trimestre de 0,2%, na comparação trimestral.

Na véspera, o dólar à vista caiu 0,32%, a 5,1724 reais na venda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos