Mercado abrirá em 9 h 52 min
  • BOVESPA

    106.667,66
    +293,79 (+0,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.232,20
    -741,07 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,92
    +1,49 (+1,74%)
     
  • OURO

    1.812,20
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    42.412,05
    +151,01 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.011,00
    +1,61 (+0,16%)
     
  • S&P500

    4.577,11
    -85,74 (-1,84%)
     
  • DOW JONES

    35.368,47
    -543,34 (-1,51%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.158,97
    +46,19 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.751,40
    -505,85 (-1,79%)
     
  • NASDAQ

    15.166,75
    -39,25 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3098
    +0,0027 (+0,04%)
     

Dólar fecha praticamente estável, vendido a R$ 5,68

·1 min de leitura

Depois de iniciar o dia em forte alta, o dólar amenizou o ritmo e fechou esta sexta-feira (17) praticamente estável. A bolsa de valores caiu sob influência do mercado externo, após dois dias seguidos de alta.

O dólar comercial encerrou esta sexta vendido a R$ 5,685, com alta de apenas 0,1%. A divisa chegou a subir para R$ 5,71 na máxima do dia, por volta das 10h, mas desacelerou à medida que exportadores aproveitaram a cotação vantajosa para venderem dólares.

Com o desempenho de hoje, o dólar fechou a semana com alta de 1,26%. A divisa acumula alta de 0,87% em dezembro e de 9,56% em 2021. Ao contrário dos últimos dias, o Banco Central (BC) não interveio no câmbio nesta sexta.

No mercado de ações, o dia foi marcado por ajustes. Depois de duas altas seguidas, o índice Ibovespa, da B3, fechou esta sexta-feira aos 107.201 pontos, com recuo de 1,04%. Na semana, o indicador caiu 0,52%, pondo fim a uma sequência de duas semanas de ganhos.

Dois fatores afetaram a bolsa de valores. O primeiro foi a decisão de alguns bancos centrais de aumentarem os juros, como no Reino Unido, e as repercussões da reunião do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) desta semana, em que a autoridade monetária dos Estados Unidos anunciou a intenção de elevar os juros básicos três vezes no próximo ano. O segundo fator foi o vencimento de contratos de opções, que puxou para baixo as ações mais negociadas.

* Com informações da Reuters

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos