Mercado abrirá em 7 h 38 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,06
    -0,59 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.790,40
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    60.942,26
    -1.686,20 (-2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.483,40
    -21,75 (-1,44%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.642,01
    -396,26 (-1,52%)
     
  • NIKKEI

    28.934,19
    -171,82 (-0,59%)
     
  • NASDAQ

    15.538,50
    -6,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

Dólar fecha em queda de 1,47%, a R$5,3696

·1 minuto de leitura
Notas de cem dólares dos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar sofreu nesta sexta-feira a maior queda em três semanas e voltou a ficar abaixo de 5,40 reais, com operadores aproveitando a fraqueza da moeda no exterior para realizar lucros depois de a cotação cravar na véspera sete pregões de alta e fechar no pico em cinco meses.

O dólar à vista caiu 1,47% nesta sexta-feira, a 5,3696 reais, maior desvalorização percentual diária desde 9 de setembro (-1,80%).

O real dividiu com o rand sul-africano o posto de moeda com melhor desempenho global nesta sessão.

O declínio do dólar no dia, contudo, apenas amenizou a alta acumulada na semana, que ficou em 0,47% --a quarta semana consecutiva de ganhos, série positiva mais longa desde a mesma sequência de quatro ganhos entre as semanas findas em 11 de setembro e 2 de outubro de 2020.

Em 2021, o dólar sobe 3,43%.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos