Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.802,10
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    34.429,80
    +383,30 (+1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    -6,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Dólar fecha em alta de 1,37%, a R$5,0447

·1 minuto de leitura
2 de agosto de 2011. REUTERS/Yuriko Nakao

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar teve nesta quinta-feira a maior alta em quase seis semanas e fechou acima de 5 reais pela primeira vez em dez dias, a reboque do fortalecimento da divisa no exterior, antes de dados de emprego nos EUA, e de algum incômodo local do lado político.

O dólar à vista subiu 1,37%, a 5,0447 reais na venda, valorização mais forte desde 21 de maio (+1,51%). A cotação variou de 4,9473 reais (-0,58%) a 5,0523 reais (+1,53%).

O patamar de fechamento é o mais alto desde 18 de junho (5,0713 reais). É a primeira vez desde 21 de junho (5,0224 reais) que o dólar termina a sessão no mercado spot acima da linha dos 5 reais.

Lá fora, o índice do dólar subia 0,2%, para uma máxima desde 6 de abril.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos