Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,25
    +1,29 (+1,55%)
     
  • OURO

    1.783,00
    +12,50 (+0,71%)
     
  • BTC-USD

    65.858,77
    +1.539,24 (+2,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.539,25
    +58,45 (+3,95%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.359,25
    -39,25 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5074
    +0,0112 (+0,17%)
     

Dólar fecha em alta de 0,66%, a R$5,3444

·1 minuto de leitura
Notas de dólares dos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou esta sexta-feira no maior patamar em um mês frente ao real, engatando a terceira semana de ganhos, conforme operadores tomaram a moeda como posição defensiva diante de incertezas no Brasil e do fortalecimento da divisa no exterior com a perspectiva de alta de juros nos EUA.

Os problemas com a incorporadora chinesa Evergrande também se somaram à pressão de alta no dólar, com investidores se questionando se um eventual calote da empresa poderia ter desdobramentos severos na economia mundial.

O dólar à vista subiu 0,66% nesta sexta, para 5,3444 reais. É o maior valor desde o último dia 23 de agosto (5,3823 reais).

A alta desta sexta foi a terceira seguida e concluiu uma semana em que o dólar ganhou 1,08%.

Em setembro, a cotação avança 3,33%, elevando os ganhos no ano para 2,95%.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos