Mercado fechará em 5 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    120.313,59
    +1.016,46 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.084,48
    +580,77 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,77
    +2,59 (+4,30%)
     
  • OURO

    1.740,10
    -7,50 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    63.092,13
    +253,71 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.353,97
    -21,80 (-1,58%)
     
  • S&P500

    4.147,15
    +5,56 (+0,13%)
     
  • DOW JONES

    33.881,25
    +203,98 (+0,61%)
     
  • FTSE

    6.932,71
    +42,22 (+0,61%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    +82,29 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    13.949,75
    -26,00 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7974
    -0,0338 (-0,49%)
     

Dólar fecha em alta de 0,49%, a R$5,7681

Notas do dólar e do real são dispostas em corretora de câmbio. 10/09/2015. REUTERS/Ricardo Moraes.

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar começou a semana em alta frente ao real, indo a uma máxima em três semanas, influenciado pela força da moeda no exterior, em meio a novo rali nos rendimentos de títulos, e por dúvidas acerca de mudanças na equipe ministerial do presidente Jair Bolsonaro e suas consequências para governabilidade.

O dólar à vista subiu 0,49% nesta segunda-feira, a 5,7681 reais, maior valor desde 9 de março (5,7927 reais).

(Por José de Castro)