Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    60.902,21
    -1.139,33 (-1,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Dólar fecha em alta de 0,33%, a R$5,5594 na venda

José de Castro
·1 minuto de leitura
Notas de dólares

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar teve leve alta ante o real nesta sexta-feira, num dia de força da moeda norte-americana no exterior e ao fim de uma semana de fortes oscilações no câmbio, marcada por noticiário fiscal, político e ativa presença do Banco Central no mercado.

Após intenso vaivém, o dólar acumulou na semana a maior queda em mais de três meses.

A cotação no mercado à vista subiu 0,33% nesta sexta, para 5,5594 reais na venda, após oscilar entre 5,5872 reais (+0,83%) e 5,5455 reais (+0,08%).

Na semana, o dólar caiu 2,19%, maior queda desde a semana finda em 4 de dezembro passado (-3,77%). No pico dos últimos dias, alcançado na terça-feira, a divisa chegou a quase 5,90 reais, nas máximas em dez meses.

O dólar acumula baixa de 0,77% em março, mas ainda sobe 7,09% em 2021. O real tem o segundo pior desempenho global neste ano --melhor apenas que o peso argentino--, mesmo depois de já ter caído mais de 20% em 2020.