Mercado abrirá em 7 h 2 min
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,46
    -0,50 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.773,80
    +3,30 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    64.029,75
    +1.596,27 (+2,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.482,37
    +19,01 (+1,30%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    26.125,96
    +338,75 (+1,31%)
     
  • NIKKEI

    29.306,02
    +90,50 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    15.381,00
    -17,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5180
    +0,0218 (+0,34%)
     

Dólar fecha com oscilação positiva de 0,01%, a R$5,4857

·1 minuto de leitura
Pessoa acena com nota de dólar em um bar em Miami Beach, Flórida, EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou numericamente em alta nesta quarta-feira, numa nova máxima desde abril, mas na prática ficou perto da estabilidade e bem abaixo dos picos de mais cedo, quando superou 5,53 reais, com o mercado cambial operando sob a batuta externa ao repercutir esperanças de um acordo de dívida nos EUA.

O dólar à vista teve variação positiva de 0,01%, a 5,4857 reais na venda. É o maior patamar desde 23 de abril (5,4967 reais).

A cotação virou para terreno positivo nos minutos finais dos negócios, após a partir do meio da tarde passar a operar em queda conforme os mercados globais melhoraram o sinal.

Na mínima da sessão, atingida perto de 16h (de Brasília), o dólar caiu 0,16%, a 5,4761 reais. Na máxima, alcançada às 13h39 (quando os mercados ainda estavam sob intenso estresse), bateu 5,5380 reais, ganho de 0,97%.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos