Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.886,62
    -1.688,85 (-1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.785,41
    +111,11 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,13
    -0,40 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.780,20
    -7,90 (-0,44%)
     
  • BTC-USD

    19.400,81
    -8,20 (-0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,89
    +16,29 (+4,47%)
     
  • S&P500

    3.621,82
    -16,53 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    29.643,97
    -266,40 (-0,89%)
     
  • FTSE

    6.266,19
    -101,39 (-1,59%)
     
  • HANG SENG

    26.341,49
    -553,19 (-2,06%)
     
  • NIKKEI

    26.433,62
    -211,09 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    12.262,75
    +5,25 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3884
    +0,0138 (+0,22%)
     

Dólar cai para abaixo de R$ 5,40 com expectativa de vitória de Biden

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil*
·1 minuto de leitura

Num dia de otimismo no mercado financeiro, a moeda norte-americana teve a maior queda diária desde o fim de agosto e voltou a ficar abaixo de R$ 5,40. A bolsa de valores começou o dia em queda, mas encerrou com pequena alta.

Em meio à expectativa da vitória do candidato democrata Joe Biden, o dólar comercial fechou esta sexta-feira (6) vendido a R$ 5,393, com recuo de R$ 0,152 (-2,74%). A divisa teve a maior queda diária desde 28 de agosto, quando tinha caído 2,9%. A cotação está no valor mais baixo desde 18 de setembro, quando tinha fechado em R$ 5,37.

Depois de chegar a R$ 5,76 na terça-feira (3), o dólar fechou a semana com recuo de 6,1%. No ano, a divisa acumula alta de 34,4%.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3, fechou o dia aos 100.925 pontos, com pequena alta de 0,15%. O indicador começou o dia em queda, com os investidores vendendo ações para embolsarem os ganhos dos últimos dias, mas o otimismo voltou a prevalecer durante a tarde, com o índice revertendo o movimento. O Ibovespa terminou a semana com alta de 7,4%.

A reversão da diferença de Biden para o presidente norte-americano, Donald Trump, em dois estados, Georgia e Pensilvânia, melhorou as negociações ao longo do dia nos mercados globais. Em momentos de otimismo nos mercados, os investidores retiram recursos de ativos seguros, como o dólar, e aplicam em países emergentes, como o Brasil.

* Com informações da Reuters