Dólar cai ante euro e iene, em dia de pouca atividade

O dólar recuou diante do euro nesta quinta-feira, em dia de pouca atividade no mercado por causa do feriado nos Estados Unidos. O mercado reagiu ao índice de atividade industrial dos gerentes de compras da China, que mostrou expansão pela primeira vez em 13 meses.

O sentimento do mercado em relação à Europa também melhorou, com o início das negociações sobre o orçamento da União Europeia e sinais de que a liberação de recursos para a Grécia poderá acontecer na próxima semana. "Há um sentimento geral de que as negociações estão andando, tanto sobre a Grécia como sobre o orçamento, e isso é encorajador para os mercados, disse a estrategista Camilla Sutton, do Scotiabank.

O iene subiu frente ao dólar, revertendo a direção dos últimos dias, depois de ter caído á mínima de 82,85 por dólar, nível mais baixo em sete meses. Nos últimos dias, o iene vinha caindo em reação a pressões de políticos japoneses para que o Banco do Japão (BoJ, o banco central do país) assuma a meta de ter uma inflação de 2% a 3%, para acabar com a deflação e estimular a recuperação da economia, depois das eleições de dezembro.

"É difícil imaginar o que exatamente é retórica política e o que exatamente vai acontecer, mas, enquanto isso, poderemos ver mais volatilidade para o iene, em qualquer direção", comentou o estrategista Greg Moore, da TD Securities.

No fim da tarde em Toronto, o euro estava cotado a US$ 1,2884, de US$ 1,2829 na véspera em Nova York; o iene estava cotado a 82,43 por dólar, de 82,52 por dólar na quarta-feira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...