Mercado fechará em 2 h 9 min
  • BOVESPA

    113.309,34
    +1.036,34 (+0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.515,76
    -5,67 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,86
    +0,96 (+1,23%)
     
  • OURO

    1.944,20
    +5,00 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    23.134,97
    -47,68 (-0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    525,68
    +6,89 (+1,33%)
     
  • S&P500

    4.040,90
    +23,13 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    33.773,15
    +56,06 (+0,17%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.083,00
    +115,00 (+0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5283
    -0,0187 (-0,34%)
     

Dólar cai e Bolsa sobe após discurso de Lula em reunião ministerial e dados de empregos nos EUA

***FOTO DE ARQUIVO*** São Paulo, SP, Brasil, 24-01-2019: Cédulas de dólar. Papel Moeda. Dinheiro. (Foto Gabriel Cabral/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** São Paulo, SP, Brasil, 24-01-2019: Cédulas de dólar. Papel Moeda. Dinheiro. (Foto Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar acentuou a queda em relação ao real no início da tarde desta sexta-feira (6), quase zerando a alta acumulada na primeira semana de 2023, e a Bolsa apresenta alta depois do início da primeira reunião ministerial comandada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e da divulgação do relatório de emprego nos Estados Unidos.

Às 13h18 (horário de Brasília), o dólar à vista recuava 1,79%, a R$ 5,2550 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,87%, aos 108.578 pontos.

Os juros também apresentam queda. Nos contratos com vencimento em 2024, a taxa cai de 13,70% no fechamento da véspera para 13,61%. Os vencimentos mais longos já estão com juros abaixo de 13%. Para 2025, as taxas saíram de 13,12% na véspera para 12,92%. E no vencimento de 2027, a queda é de13,05% para 12,85%.

Em seu discurso no início da reunião ministerial, o presidente Lula destacou a importância da boa relação entre os poderes Executivo e Legislativo.

"É preciso que a gente saiba que é o Congresso que nos ajuda, nós não mandamos no Congresso, nós dependemos do Congresso. E, por isso, cada ministro tem que ter a paciência e a grandeza de atender bem cada deputado, cada senador que o buscar."

Fabrício Gonçalvez CEO da Box Asset Management, afirma que o tom adotado por Lula nesse discurso ajudou a Bolsa a se estabilizar em uma trajetória de alta, depois de uma certa volatilidade durante a manhã.

Leonel Mattos, analista de Inteligência de Mercado da StoneX, afirma que os esforços feitos nos últimos dias por membros importantes do governo também ajudam nessa melhora vista na Bolsa e no câmbio. Ele cita principalmente as declarações do chefe da Casa Civil, Rui Costa, e do indicado para a presidência da Petrobras, Jean Paul Prates.

O relatório de emprego dos Estados Unidos mostrou a criação de 223 mil novas vagas em dezembro. Apesar de indicar que o mercado de trabalho continua aquecido, o número representa uma desaceleração em relação a novembro, quando foram criados 263 mil novos empregos no país.

Esta desaceleração na criação de empregos pode ajudar no controle da inflação nos Estados Unidos, o que permitiria uma alta dos juros mais branda por parte do Federal Reserve, o banco central americano, no decorrer deste ano.

Gonçalvez, da Box Asset, afirma que além da desaceleração na criação de vagas, houve também um crescimento menor do salário médio por hora nos Estados Unidos. "A primeira reação do mercado ao Payroll foi negativa, mas depois, digerindo melhor os dados, voltou a subir."

Em Nova York, os principais índices de ações subiam cerca de 1,50% por volta das 13h15 (horário de Brasília).