Mercado abrirá em 2 h 8 min

Dólar esboça queda ante real atento a cena doméstica, mas defende os R$4

Por Luana Maria Benedito

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - Depois de começar o dia perto da estabilidade, o dólar ensaiava leve baixa frente ao real nesta terça-feira, rondando a linha dos 4 reais no dia em que o governo apresenta propostas à economia e na véspera do aguardado leilão do pré-sal, que poderá melhorar o fluxo cambial ao país.

Às 12:14, o dólar recuava 0,17%, a 4,0052 reais na venda.

A moeda norte-americana fechou em alta de 0,43% na véspera, a 4,0121 reais na venda.

Na B3, o dólar futuro de maior liquidez registrava queda de 0,32%, a 4,0050 reais.

Os analistas observam com atenção as propostas do pacote econômico do governo, uma vez que uma aceleração da atividade é vista como crucial para uma melhora de cenário para taxa de câmbio por gerar maior atração de recursos estrangeiros e aumento da oferta de liquidez em dólar.

Com esses fatores no radar, Ricardo Gomes da Silva, da Correparti Corretora, acredita que a divisa norte-americana deve continuar próxima dos 4 reais.

No cenário externo, o dia era misto, com algumas moedas de risco em perdas e outras em alta, enquanto Wall Street se acomodava depois de sucessivos recordes.

O índice que acompanha o dólar contra as principais moedas tinha alta de 0,27%, puxado pela desvalorização do euro e do iene.

Nesta terça-feira, o Banco Central vendeu 3.500 contratos de swap cambial reverso, de oferta de até 12 mil, e 175 milhões de dólares em moeda spot, de limite de até 600 milhões. O BC colocou posteriormente 8.500 contratos de swap cambial tradicional para rolagem do vencimento janeiro de 2020.