Mercado fechará em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    111.618,59
    -2.194,27 (-1,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.530,99
    -198,81 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,26
    +0,76 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.762,90
    -8,30 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    21.544,57
    -1.832,88 (-7,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    512,99
    -28,62 (-5,28%)
     
  • S&P500

    4.236,77
    -46,97 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.794,67
    -204,37 (-0,60%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.293,25
    -230,00 (-1,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2071
    -0,0067 (-0,13%)
     

Dólar cai ante real com investidores de olho no Fed

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* São Paulo, SP, 24.01.2019 - Dólar cai ante real com investidores de olho no Fed. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
*Arquivo* São Paulo, SP, 24.01.2019 - Dólar cai ante real com investidores de olho no Fed. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar abriu esta segunda-feira (25) em queda contra o real, acompanhando movimento semelhante observado nos mercados de câmbio globais, com o foco de investidores na reunião de política monetária do banco central dos Estados Unidos, o Federeal Reserve, mais tarde nesta semana.

Às 9h09 (de Brasília), o dólar à vista recuava 0,53%, a R$ 5,4685 na venda.

Na B3, às 9h09 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,61%, a R$ 5,4755.

Na sexta-feira (22), os mercados de ações e de câmbio do país encerraram o dia perto da estabilidade, em um dia em que investidores apenas ajustaram suas expectativas para a elevação dos juros nos Estados Unidos nesta semana.

O Ibovespa, índice de referência da Bolsa de Valores brasileira, cedeu 0,12%, a 98.912 pontos. Apesar da queda, o indicador acumulou elevação de 2,46% nesta semana.

A perspectiva que provocou a calmaria desta sexta poderá ser validada na próxima quarta-feira (27), caso o Fed (Federal Reserve, o banco central americano) confirme a expectativa do mercado.

"O mercado já está dando como certo o 0,75 ponto percentual do Fed na semana que vem", disse Fernando Giavarina, chefe de câmbio da Valor Investimentos.

A alta prevista para os juros americanos irá igualar o aumento aplicado pela autoridade monetária dos EUA em junho, a maior em quase 30 anos.

O processo de elevação de juros é adotado pelas principais economias mundiais em uma tentativa de desacelerar a inflação que se espalhou pelo globo com a quebra das cadeias de suprimentos durante a pandemia.

Na semana passada, o BCE (Banco Central Europeu) elevou a taxa básica de juros na região em 0,50 ponto percentual, a primeira alta desde 2011.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos