Mercado fechará em 2 h 46 min
  • BOVESPA

    111.686,30
    -2.126,57 (-1,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.483,02
    -246,78 (-0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,49
    +0,99 (+1,09%)
     
  • OURO

    1.762,80
    -8,40 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    21.547,36
    -1.836,54 (-7,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    513,00
    -28,61 (-5,28%)
     
  • S&P500

    4.236,88
    -46,86 (-1,09%)
     
  • DOW JONES

    33.790,49
    -208,55 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.308,75
    -214,50 (-1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2109
    -0,0029 (-0,06%)
     

Dólar bate recorde contra maiores moedas com busca por refúgio

(Bloomberg) -- Um indicador da força do dólar contra as principais moedas internacionais subiu para seu nível mais alto já registrado, superando o pico da pandemia.

Os ganhos da moeda americana este ano são alimentados por uma combinação de taxas de juros mais altas, compras de investidores que buscam refúgio da turbulência nos mercados financeiros e preocupações com uma recessão.

O Bloomberg Dollar Spot Index, que acompanha o dólar em relação a uma cesta de moedas de mercados desenvolvidos e emergentes, subiu até 0,8% na quinta-feira para um patamar acima do recorde atingido em março de 2020, em dados que remontam a 2005.

“Estamos vendo a ampliação e a persistência crescente da inflação nos EUA, resultando em mercados que aumenta suas aposta em relação à trajetória implícita das taxas de juros americanas”, disse Simon Harvey, chefe de análise de câmbio da Monex Europe.

“Isso está adicionando muita pressão sobre o risco global em moedas, ações, taxas, o que for. Tudo está sob pressão no momento, e neste ambiente é muito difícil para os mercados de câmbio olharem para fora do dólar.”

O ICE US Dollar Index, um outro indicador que compara o dólar apenas com moedas de países desenvolvidos e dá um peso maior ao euro, superou seu pico da pandemia no início deste ano e atualmente está perto de seu nível mais forte em duas décadas.

O dólar canadense e o iene estavam entre os principais declínios do grupo das 10 principais moedas dos países desenvolvidos na quinta-feira.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos