Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.326,85
    -37,34 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Dólar abre estável e caminha para alta semanal

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.01.2019 - Still de mão segurando cédulas de dólar. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.01.2019 - Still de mão segurando cédulas de dólar. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar rondava a estabilidade frente ao real nos primeiros negócios desta sexta-feira (20), e caminhava para alta semanal, após dois avanços consecutivos influenciados por maior preocupação doméstica na esteira de declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Às 9h18 (horário de Brasília), o dólar à vista avançava 0,09%, a R$ 5,1778 na venda. Na semana, acumulava alta de cerca de 1,37%.

Nesta quinta (19), a Bolsa fechou em alta impulsionada pela Petrobras, e também após o ministro da Relações Institucionais, Alexandre Padilha, negar que o governo tenha predisposição de mexer na independência do Banco Central, o que levou dólar e juros a fecharem mais perto da estabilidade.

O Ibovespa fechou em alta de 0,62%, aos 112.921 pontos. O dólar comercial à vista fechou com avanço de 0,15%, a R$ 5,169, depois de atingir R$ 5,25 na máxima do dia.