Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,07 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    29.972,30
    +511,00 (+1,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,23 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -2,75 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1406
    -0,0782 (-1,50%)
     

Dólar à vista fecha quase estável, a R$5,1424

Notas de dólar

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado de câmbio teve mais um dia de instabilidade no Brasil nesta quinta-feira, com o dólar oscilando entre ganhos e perdas, mas no fim da sessão a moeda acabou variando quase zero, conforme investidores evitaram nova exposição diante do amplo conjunto de incertezas.

A cotação chegou a saltar para 5,211 reais, alta de 1,27% que atraiu vendedores. Além disso, ao longo do pregão o dólar até superou sua média móvel de 100 dias, quebrando mais uma resistência técnica, mas o movimento não se sustentou, o que reforçou ordens de venda no mercado que ajudaram a tirar a divisa das máximas.

Ao fim dos negócios no mercado à vista, o dólar ficou quase estável, com variação negativa de 0,06%, a 5,1424 reais. De toda forma, bem acima da mínima do dia, de 5,106 reais (-0,77%).

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos