Mercado abrirá em 9 h 49 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,53
    +0,77 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.795,20
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    61.670,10
    +597,02 (+0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.021,94
    -104,99 (-0,40%)
     
  • NIKKEI

    28.537,24
    -267,61 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    15.329,00
    -12,00 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5793
    -0,0015 (-0,02%)
     

Dólar à vista fecha em alta de 0,54%, a R$5,2654

·1 minuto de leitura
Notas de cem dólares

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar devolveu a queda da véspera e fechou em alta contra o real nesta quinta-feira, impulsionado sobretudo pelo rali global da moeda norte-americana, após dados melhores nos EUA aumentarem dúvidas sobre o momento de redução de estímulos pelo banco central norte-americano.

O dólar à vista subiu 0,54%, a 5,2654 reais.

Na máxima, alcançada à tarde, a cotação bateu 5,2806 reais (+0,83%), mas ainda pela manhã a moeda havia alcançado um patamar próximo, de 5,2800 reais.

Na mínima, atingida ainda no começo dos negócios, a divisa recuou 0,10%, a 5,232 reais.

Lá fora, o índice do dólar saltava 0,4%, maior alta em quase um mês, que o levava ao maior patamar em quase três semanas.

Na quarta, o dólar no Brasil havia cedido 0,42%, a 5,237 reais.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos