Mercado abrirá em 4 h 46 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,30
    -0,36 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.777,50
    -5,40 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    32.375,99
    -714,06 (-2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    775,24
    -75,10 (-8,83%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,02
    -0,27 (-0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.301,98
    -187,02 (-0,66%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.087,00
    -43,00 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9719
    -0,0034 (-0,06%)
     

Dívida soberana recebe maior fluxo em seis meses, diz BofA

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Investidores começam a retornar aos mercados de títulos públicos, em um sinal de que os rendimentos podem estar perto do pico.

As entradas em dívida soberana totalizaram US$ 2,8 bilhões na última semana, o ritmo mais rápido em seis meses, segundo dados do BofA Global Research e EPFR Global. O movimento ocorre em meio a uma pausa na onda vendedora de títulos do Tesouro dos EUA, com os yields de referência sem conseguir romper novas máximas.

É uma mudança radical no posicionamento de uma classe de ativos afetada por temores de inflação e pela perspectiva de que em breve os bancos centrais começarão a encerrar suas medidas de estímulo sem precedentes. Os rendimentos dos títulos de 10 anos do Tesouro dos EUA subiram para 1,77% em março e têm oscilado desde então.

Isso sugere que investidores já precificaram a política monetária mais apertada do Federal Reserve, e o mercado agora está pronto para fixar os rendimentos, de acordo com Antoine Bouvet, estrategista do ING.

“Os investidores podem ser perdoados por tentarem lucrar com o ‘carry' durante alguns meses até que o Fed seja obrigado a apertar a política”, disse Bouvet, em referência a uma estratégia em que investidores compram títulos para lucrar com os pagamentos de cupons atrelados. “O perigo da estratégia, claro, é que ninguém sabe quando a onda vendedora no mercado de títulos será retomada, então os ganhos de ‘carry' podem ser eliminados rapidamente”, disse.

O mercado de títulos foi abalado neste ano pelas campanhas de imunização globais, que abriram caminho para a reabertura das economias, o que redobrou apostas numa retomada inflacionária. O Fed e o Banco Central Europeu devem começar a reduzir seus programas de flexibilização quantitativa ainda este ano como resposta.

As entradas nos mercados de títulos coincidiram com os maiores saques em fundos de tecnologia desde dezembro de 2018, segundo dados do BofA.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos