Mercado fechado

Dívida com cartão de crédito é a maior entre brasileiros; confira dicas

Na última segunda-feira (5), a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) informou que o número de famílias endividadas atingiu 79% em agosto. Dentre as modalidades consideradas para esse indicador pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), o cartão de crédito segue como a principal dívida, com 85,3% no último mês.

Já o uso de carnês e cartões próprios de varejistas vem crescendo como alternativa de crédito nos últimos meses. Dessa maneira, o percentual de endividamento nessas modalidades também já demonstra crescimento de 1,8 ponto, totalizando 19,8%.

Com a alta da inadimplência, o Canaltech separou algumas dicas do Serasa Experian para auxiliar o uso do cartão de maneira consciente e mantendo o controle dos gastos. Confira como evitar inadimplência usando o cartão de crédito, a seguir;

Como evitar o endividamento por cartão de crédito

Pessoas de 26 a 40 anos configuram a maior parte dos endividados, segundo os dados do Serasa Experian (Imagem: Pexels/Norma Mortenson)
Pessoas de 26 a 40 anos configuram a maior parte dos endividados, segundo os dados do Serasa Experian (Imagem: Pexels/Norma Mortenson)

1. Cuidado com o número de cartões de crédito

Avalie a necessidade de ter mais de um cartão de crédito, seus respectivos usos e custos envolvidos. Tenha em mente o valor total de todas as faturas que deverão ser pagas no fim do mês, além de se atentar a datas de fechamento e vencimento da fatura, evitando pagar taxas e juros por atraso.

2. Mantenha a fatura em dia

Além de evitar perder dinheiro com taxas e juros pelo atraso da fatura, manter os pagamentos em dia evita que seu nome não seja negativado e aumenta a sua credibilidade no mercado, permitindo conseguir juros melhores e parcelamentos mais longos.

3. Anote seus gastos e fique de olho na fatura

Para ter um maior controle do seu dinheiro, é importante anotar todos os gastos e se manter atento às cobranças que são feitas na fatura. Isso permite ter uma noção maior do seu orçamento, evitar gastos desnecessários e reconhecer débitos indevidos no seu cartão.

4. Conheça os benefícios do seu cartão de créditos e use a seu favor

Muitos cartões de créditos possuem programas de vantagens como cashback, milhas e pontos, além de isenção de anuidade. Conheça os serviços que o seu cartão oferece e entenda como utilizá-los ao seu favor, seja trocando por produtos, descontos ou até mesmo abatendo no valor da sua fatura.

5. Defina o seu limite pessoal e organize seus gastos

Não se iluda com o limite disponibilizado pelo banco, pois ele pode ultrapassar a sua renda e te colocar em uma situação de endividamento. Organize os seus gastos mensais e defina um limite pessoal para gastar no cartão de crédito. O Serasa sugere a regra 50/30/20 onde, 50% do seu salário deve ir para gastos essenciais, como aluguel, comida e contas básicas; 30% para gastos variáveis, como fatura do cartão e lazer; e por fim, 20% para uma reserva de emergência.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: