Mercado fechará em 3 h 12 min
  • BOVESPA

    119.191,78
    -372,66 (-0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.786,79
    +386,99 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,65
    -0,98 (-1,49%)
     
  • OURO

    1.815,10
    +30,80 (+1,73%)
     
  • BTC-USD

    56.985,28
    -413,23 (-0,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.483,33
    +11,92 (+0,81%)
     
  • S&P500

    4.182,15
    +14,56 (+0,35%)
     
  • DOW JONES

    34.408,35
    +178,01 (+0,52%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.565,25
    +74,25 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3679
    -0,0590 (-0,92%)
     

Déficit orçamentário dos EUA bate recorde para março com despesas infladas por gastos com auxílio

David Lawder
·1 minuto de leitura
Notas e moedas de dólar

Por David Lawder

WASHINGTON (Reuters) - O governo dos Estados Unidos registrou déficit orçamentário em março de 660 bilhões de dólares, número recorde para o mês e turbinado pela distribuição de pagamentos diretos aos norte-americanos, medida prevista no pacote de estímulo do presidente Joe Biden, informou o Departamento do Tesouro nesta segunda-feira.

O déficit nos primeiros seis meses do ano fiscal de 2021 disparou para um recorde de 1,706 trilhão de dólares, em comparação a um rombo de 743 bilhões de dólares no mesmo período do ano fiscal anterior.

A pandemia da Covid-19 não teve grande impacto nos primeiros seis meses do ano fiscal de 2020, já que o aumento de gastos em benefícios a desempregados e outras despesas para socorro não começaram até o fim de março de 2020 e se elevaram apenas no mês seguinte, afirmou uma autoridade do Tesouro a repórteres.

O déficit de março de 2021 foi o terceiro maior já registrado, superado apenas pelos rombos de 864 bilhões de dólares em junho de 2020 e de 738 bilhões de dólares em abril de 2020.