Déficit fiscal da China será maior em 2013

A China terá um déficit fiscal maior este ano porque o aumento dos gastos do governo e reformas de impostos vão reduzir o crescimento da arrecadação dos Estados, informou hoje o Instituto de Pesquisa para Ciência Fiscal do Ministério das Finanças.

O déficit orçamentário pode aumentar para cerca de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, da meta de 1,5% em 2012, informou o diretor do Instituto Jia Kang. Em conferência sobre a economia Jia não forneceu dados absolutos para o déficit deste ano, embora ele tenha considerado que pode ficar maior do que os 800 bilhões de yuans (US$ 127 bilhões) do ano passado.

O pesquisador não fez comentários sobre áreas específicas para gastos ou arrecadação, mas o governo central já elevou seus gastos com infraestrutura, como forma de expandir o crescimento menos robusto em meio à desaceleração da economia global.

A China também pediu a redução da lacuna entre os ricos e os pobres, e isso sugere gastos maiores em uma ampla gama de serviços sociais este ano. Pequim também está tentando reduzir o peso do imposto para suas empresa que estão enfrentando dificuldades domésticas e nas exportações. Em 2012, Pequim expandiu o uso do imposto de valor agregado em substituição ao aumentos dos impostos para as empresas. As informações são da Dow Jones.

Carregando...