Déficit das regiões espanholas foi de 0,93% do PIB até setembro

Madri, 4 dez (EFE).- O déficit das comunidades autônomas espanholas em seu conjunto atingiu 0,93% do Produto Interno Bruto (PIB) até o mês de setembro, informou nesta terça-feira o ministro da Fazenda e Administrações Públicas espanhol, Cristóbal Montoro.

As autonomias, que alcançaram no primeiro trimestre o equilíbrio orçamentário e que até junho registraram um déficit de 0,77%, têm como objetivo fechar este ano com um desequilíbrio de 1,5% do PIB.

Nos primeiros nove meses de 2012, as regiões espanholas registraram um déficit de 9,790 bilhões de euros, 0,93% do PIB, inferior ao 2,2% registrado no mesmo período do ano anterior.

O ministro da Fazenda disse que este dado, no qual se levam em conta as antecipações do Estado às autonomias, evidencia que está "na linha" a consecução do objetivo de déficit para este ano.

No entanto, Montoro advertiu que não se pode garantir que as autonomias vão cumprir o objetivo.

Em termos homogêneos, ao descontar o efeito dos adiantamentos das entregas à conta, o déficit das autonomias se elevaria até 11,978 bilhões de euros, o que representa 1,14% do PIB.

O Governo espanhol definiu com a União Europeia um objetivo de déficit público de 6,3% do PIB para o conjunto das administrações para este ano - 1,5% para as comunidades autônomas-, para o que aprovou fortes medidas de economia, com cortes em quase todos os setores, inclusive saúde e educação. EFE

Carregando...