Mercado abrirá em 38 mins
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,22
    -0,39 (-0,54%)
     
  • OURO

    1.759,00
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    47.477,76
    -471,05 (-0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.202,95
    -30,34 (-2,46%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.022,74
    -4,74 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.503,00
    -14,75 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2082
    +0,0234 (+0,38%)
     

Déficit comercial dos EUA recua em julho com queda nas importações

·1 minuto de leitura
Terminal de contêineres em Boston, EUA

WASHINGTON (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos recuou mais do que o esperado em julho, com as importações caindo provavelmente devido à escassez de produtos e a uma mudança nos gastos internos de bens para serviços.

O Departamento do Comércio informou nesta quinta-feira que o déficit comercial caiu 4,3%, para 70,1 bilhões de dólares. Os dados de junho foram revisados para mostrar déficit de 73,2 bilhões de dólares, em vez dos 75,7 bilhões relatados anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um déficit de 71,0 bilhões de dólares. As importações caíram 0,2%, para 282,9 bilhões de dólares. As importações de bens recuaram 1,2%, para 236,3 bilhões de dólares, provavelmente devido à restrição de oferta. A demanda também está saindo de bens e voltando para serviços em meio às vacinações contra a Covid-19.

As exportações aumentaram 1,3%, para 212,8 bilhões de dólares em julho. As exportações de bens registraram alta de 1,8%, para 148,6 bilhões de dólares.

(Por Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos