Mercado abrirá em 4 h 37 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,92
    +1,35 (+1,23%)
     
  • OURO

    1.829,10
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    20.878,68
    -499,69 (-2,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,56
    -6,24 (-1,35%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.339,00
    +80,68 (+1,11%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.087,00
    +46,50 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5345
    -0,0096 (-0,17%)
     

Déficit comercial dos EUA diminui com força em abril

Porto de Long Beach, Califórnia, EUA

WASHINGTON (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos diminuiu com força em abril uma vez que as importações recuaram, sugerindo que o comércio pode contribuir para o crescimento econômico neste trimestre pela primeira vez em dois anos.

O Departamento de Comércio disse nesta terça-feira que o déficit comercial caiu 19,1% para 87,1 bilhões de dólares. As importações de bens e serviços recuaram 3,4% para, 339,7 bilhões, enquanto as exportações aumentaram 3,5%, para 252,6 bilhões.

Um déficit comercial recorde tirou 3,23 pontos percentuais do Produto Interno Bruto no primeiro trimestre, resultando na contração do PIB a uma taxa anualizada de 1,5%, após crescer a um ritmo robusto de 6,9% no quarto trimestre.

O comércio vem pesando sobre o PIB há sete trimestres consecutivos.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos