Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.802,26
    +604,70 (+1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

Déficit comercial dos EUA aumenta com força em novembro por importações recordes de bens

·1 min de leitura
Porto de Los Angeles, na Califórnia

WASHINGTON (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou com força em novembro, uma vez que as importações de bens saltaram para máxima recorde, sugerindo que o comércio provavelmente continuou pesando sobre o crescimento econômico no quarto trimestre.

O Departamento do Comércio informou nesta quinta-feira que o déficit comercial saltou 19,4% em novembro, a 80,2 bilhões de dólares. Economistas consultados pela Reuters projetavam um saldo negativo de 77,1 bilhões.

As importações de bens aumentaram 5,1% e foram a uma máxima recorde de 254,9 bilhões de dólares, provavelmente devido ao alívio do congestionamento nos portos. As importações totais, incluindo serviços, cresceram 4,6%, a 304,4 bilhões de dólares.

Já as exportações de bens recuaram 1,8%, a 155,9 bilhões de dólares. No geral, as exportações tiveram ganho de 0,2% em novembro, a 224,2 bilhões de dólares.

O déficit comercial tem pesado sobre o crescimento do PIB por cinco trimestres seguidos. As estimativas de expansão econômica no quarto trimestre chegam a 7,4%, em taxa anualizada. No terceiro trimestre o crescimento foi de 2,3%.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos